Barbara Ferraz

Posted by admin in Acompanhantes Sudeste

Eta baiana arretada, já fazia uns 3/4 anos que tinha feito meu 1º TD com ela e tava numa fissura veiaca para um repeteco, e que repeteco. Liguei acordando a fera e pedi pra ela me esperar com aquele biquininho temático de torcedora da seleção brasileira, pqp, a mulher é como vinho, quanto mais velha mas gostosa fica, ela é o que chamo de “The Body”, não vi nada semelhante, ainda mais aliado a vontade de trepar que ela tem, não teve miséria nem corpo mole de jeito nenhum.

Cheguei no apto por volta das 7:30, depois de um café pra dar tempo dela se arrumar, sem demoras na recepção pois já tenho cadastro no prédio da Batatais há um tempão, quando a mulher abre a porta do apto, meu caros, o Jr. já ficou em estado de alerta, ainda mais vendo aquele biquini minúsculo, é pra matar mesmo. E ela já vem tem pegando, abraçando, beijando; como ambos já estava de banho tomado, tirei a roupa e começei a tirar o biquini temático com a boca e aproveitando a visão daquele corpo que confesso não existe igual, dai chupei muito aqueles peitos, a barriga, as pernas, a bunda, o cú e a bucetinha dela são perfumados demais (que grelo gostoso), tanto que só na área de lazer foi longa a felação, ai vem a mulher e agarra o Jr., e chupa, chupa, chupa muito, pedi um 69 e não teve miséria, ela não regula absolutamente nada, depois, com a devida encapada, fomos para um ppmm e ai como tava muito fissurado, dois pra lá, dois pra cá e tome-lhe porra na camisola.

Primeia pausa para repor as forças, a baiana é muito divertida, tem um papo animado, contou de suas peripécias na europa, na Bahia, no Rio e já partimos para 2º round, com nova chupação e a peça é danada, tem um espelho na parede e ela se posiciona de tal forma, mostrando aquele rabão, perereca e cuzinho depilados, não tem quem resista, o pinto levanta na marra mesmo e a mulher ainda chupa demais da conta, não deu outra, montou de frente e ginga muito como ninguém e tome porra na borracha outra vez.

Segunda parada técnica, eu chorando pra comer aquele cuzinho e não teve cara feia, nem reclamação, relógio nem existe no quarto, só o telefone tocou um pouco pelo horário mas era a secretária dela pedindo instruções, novo papinho animado só pra relaxar e vem a fera outra vez chupando como nunca, desta vez comeceu D4, como já tinha gozado duas vezes, deu pra bombar muito, depois ela pediu pra ir no ppmm e ai é que foi legal pois, como da primeira vez, eu mandava ver e ao mesmo tempo ela tocava um siririca com muita força, mostrando que tava mesmo a fim de gozar também, tanto que no fim, a mulher treme demais e chega a pingar suor, mas como tava a fim do cuzinho, pedí-lo e não teve miséria, passou a mão no KY, deu uma lambuzada básica e tome rola, primeiro na maciota de por fim na pura socação sem dó, a visão do pau entrando e saindo daquele cú, e aquela bunda perfeita nas mãos é demais, uma coisa pra se levar na lembrança ou já pensar em outro repeteco, depois disso, como já tava quase sem bala na agulha ela tirou a camisola e chupou muito pedindo que eu gozasse na boquinha, moçada, o que foi aquilo, a mulher sugou tudo, sem dó (não engoliu) mas não sobrou absolutamente nada e sai com as pernas bambas pedindo um isotônico.

Resumo da ópera, foi um dos melhores TDs que fim em toda vida, não teve miséria ou reclamação alguma, não regulou nada, nem horário, nem buraco, nem número de gozadas, tanto que sai de lá já batia 10:00 hrs mas valeu a pena acordar a baiana, recomendadíssima pra qualquer confrade, vou repetir tantas quantas forem as vezes possíveis, valeu cada centavo. Uma pena que não estou sempre em Sâo Paulo pra poder ir mais vezes.