Psicologia masculina acerca da prostituição e acompanhantes

Posted by admin in Blog

Uma vez que a “rede é completamente fechada, ninguém sabe que esta ou aquela mulher é uma prostituta nem quem são os homens que recorrem aos seus serviços”.

Defende que só os homens com algum poder económico e com estatuto social conseguem ter a companhia destas prostitutas acompanhantes.
O investigador explica que este é um “mundo social restrito” onde circulam discretamente mulheres entre os 18 e os 35 anos.

Os homens escolhem-nas para terem relações sexuais descomprometidas, para romper com relações rotineiras e poder simular a conquista sexual mas muitos ficam dependentes delas. Chegam a pagar-lhes as rendas da casa ou a fazer avultadas transferências bancárias. Temem descobrir que afinal aquela mulher não é uma conquista, que a afirmação que procuravam conduz sim a uma desvalorização da sua masculinidade.

Bem mais fácil manipular a realidade do jeito que nos faça sentir mais confortáveis.